Etiquetas

Nestes últimos anos a cosmética “empurra” a palavra anti-oxidante em tudo o que pode mas afinal o que são e para que servem?

São moléculas que, através de reacções químicas de transferência de electrões inibe a oxidação de outras células, actuando no processo oxidativo… Big words just to say I´m realyyy smart!!! LOL

Ok e já agora o que é isso?

Penso que a maioria ficou a perceber o mesmo, tal como eu nas primeiras vezes que li sobre o assunto

O processo de stress oxidativo (de uma forma mesmo muito macarrónica e simplificada) é uma cadeia de reacções biológicas, onde ocorre desequilíbrio redox entre as espécies reactivas de oxigénio. Estes por sua vez podem  provocar a produção de peróxidos e radicais livres. Os radicais Livres alteram todos os componentes celulares, desde as proteínas, lípidos e ADN.

Se ocorrer de uma forma continuada está correlacionado a diversas doenças como Alzheimer, Parkinson, cancro e ao envelhecimento.

stress oxidativo

Considerem este processo da seguinte forma…

Os peróxidos e radicais livres retiram um electrão a uma célula. Essa célula por sua vez necessita do electrão que foi retirado para manter o seu normal funcionamento. Se estamos perante uma célula saudável, está, continua a funcionar normalmente e recupera deste “roubo”. Se por outro lado, for uma célula com algum tipo de problema ela vai fazer 1 de 2 situações:

  1.  Rouba um electrão da célula vizinha;
  2.  Suicida-se literalmente falando.

Qualquer uma das 2 soluções vai causar desequilíbrio e quando isto ocorre continuamente, as alterações podem mesmo ser introduzidas nas cadeias de ADN.

No entanto, o nosso corpo é maravilhoso e tem a capacidade de neutralizar estas espécies reactivas de oxigénio (não na sua totalidade, claro) e mantém assim o equilíbrio redox das células.

anti-oxidantes

E o que provoca estas espécies reactivas de oxigénio?

Fenómenos comuns do dia-a-dia como poluição, raios ultra-violeta, stress, pouco repouso, má alimentação…

E finalmente o que é um anti-oxidante???

É um composto “protector” com protões em excesso (daqueles que são “roubados” as células no processo de stress oxidativo), que são dados às que estão em “sofrimento”, impedindo-as de sofrer alterações!

E onde podemos obter anti-oxidantes?

Num grande e variado conjunto de alimentos tais como fruta, frutos secos, cereais, ovos, carnes, hortaliças e legumes.

anti-oxidantes2

Regra geral, alimentos processados contêm menos anti-oxidantes comparando aos frescos e crus. Em alguns casos, o armazenamento prolongado ou excesso de cozedura pode diminuir os anti-oxidantes como é o caso do licopeno e ácido ascórbico. Nos polifenóis presentes no chás e cereais integrais já são mais estáveis.

No caso particular de alguns caratenóides (tomates por exemplo), a cozedura e processamento aumenta a biodisponibilidade (disponibilidade do composto para ser absorvido).

A ingestão de suplementos dietéticos de anti-oxidantes já demonstrou que traz mais acções nocivas do que benefícios mas, a sua utilização na superfície da pele tem algum efeito contra o envelhecimento!

No proximo Post falarei sobre os diferentes anti-oxidantes!!!

Anúncios