Etiquetas

Ultimamente fala-se muita da água de rosas e da sua utilização nas rotinas de beleza femininas, por isso decidi partilhar um pouco sobre a minha “investigação” sobre esse assunto!

Antes de partilhar estes Posts em que falo sobre as propriedades de determinados produtos (óleos, chás, essências…) faço uma pesquisa relativamente séria mas sintam-se livres de comentar, acrescentar e corrigir sobre o que vão ler.

Rosas_jardim

(fonte da fotografia)

A água de rosas, ou mais cientificamente, Hidrolato de Rosas, tem origem documentada por volta do século IX mas não é consensual que povo terá sido o primeiro a utilizá-la, se os árabes, os indianos ou os búlgaros… Mas os Gregos e Romanos (vários séculos antes de Cristo) já consideravam importante a existência de grandes jardins públicos de rosas.

Água de Rosas é uma solução aquosa com óleos essenciais obtidos através do subproduto do processo de destilação das pétalas de rosa.

Tem várias utilizações tais como alimentares, médicas e cosméticas. Uma das suas utilizações mais frequentes e conhecidas é como componente de perfumes.

images

(fonte da imagem)

É rica em antioxidantes dos quais taninos e vitaminas A e C. Desta forma é um adstringente ligeiro natural que actua nas camadas superiores da pele tendo qualidades anti-inflamatórias, anti-sépticas e protectoras da epiderme contra factores externos (poluição, ar condicionados…).

É muito bom para peles mistas com tendência a oleosas e ideal no tratamento de peles maduras, envelhecidas e flácidas!

Basicamente na pele funciona como um tónico. Desta forma é excelente nos cuidados de pele!

Será que já olham para a água de rosas com outra importância?!

Anúncios